Óculos espelhados – Yes or No?

Definitivamente NO! Tudo começou com Sabrina Sato usando os óculos que a personagem de Sarah Jéssica Parker, Carrie Bradshaw, usa no início do filme “Sex and the City 2”. Para você que não lembra ou que precisa refrescar a memória temos a foto:

O óculos em questão é um feito em parceria com o designer Bernhard Willhelm. Banhado em ouro 24k e com edição limitada. Ainda assim eu acho over, imagina o resto… Sabrina Sato usa. Thássia Naves também. Mas não há o que me faça gostar deles.

E, sim, eu sei que meu último post foi justamente sobre a minha pessoa pagando a língua ao dizer que nunca usaria sneakers e, logo depois, correndo feito doida atrás dos meus.

Mas, enfim, depois disso surgiram os óculos ABSURDA. “What the fuck is that?” foi minha primeira reação. A galera curte bastante, o óculos é caro (R$400 você compra óculos melhores e mais bonitos) e, na minha opinião, é uma versão piorada do Oakley Juliet (Quem lembra??  Jogue a primeira pedra quem nunca quis um – baiano define hoje em dia. Hahahahahahah)

2001….

2012…

Não direi que baiano define quem usa ABSURDA, afinal, vejo muita gente de coração bom (inclusive pessoas que eu gosto) usando. Mas, que é feio pra p@#%$ não dá pra negar!

Como eu já disse no twitter e no Facebook: “O nome deveria ser uma dica. Quando alguma coisa chama ABSURDA ela não deve ser usada.”

Para ilustrar, vejam quem usa ABSURDA, com vocês Juju Salimeni (se você, como eu, não faz idéia de quem seja dê um google e descobrirá que ela tem a fantástica profissão de ex-panicat):

Mas tem gosto pra tudo nessa vida. O que seria de marcas como essa, se todos amassem Ray Ban, Osklen, Chanel e Cartier?

XOXO, M.

2 Comentários

Arquivado em Medo, Periguetes, Sex and The City, Tendências

Da série: Mordi minha língua

Sneakers. Aqueles que eu achei horríveis e disse que “Imagina, nunca vou usar isso”. E que algum tempo depois estava chorando no telefone com a moça da Arezzo porque ela tinha vendido o par que eu tinha reservado.

Sim, esse é o tanto que eu sou sem personalidade influenciável.

As phynas usam Isabel Marant (on sale vocês conseguem achar uns bem baratinhos – qquer US$350). Lalá Rudge e Heleninha Bordon garantiram os seus quando os mortais nem sonhavam com eles ainda.

E como quem não tem cão caça com gato, eu fui caçar de Arezzo pq não tinha Isabel Marant.

Os sneakers viraram febre. Tem para todos os gostos e todos os bolsos. A Esdra, a Schutz, a Arezzo têm os mais legais (da turma do “bonito e acessível”) na minha opinião.

É só escolher o modelo e se jogar nas alturas (sim, eles têm um saltinho de 6cm) com eles.

XOXO, M.

Deixe um comentário

Arquivado em Shopaholic, Tendências, Wish List

Baked by Melissa

Que eu sou doida por cupcakes todo mundo sabe e que os da Magnolia Bakery são os melhores do mundo idem. Mas, nas últimas férias em NY, eu descobri os mini cupcakes da rede “Baked by Melissa”.

Eles são lindos, mini e deliciosos!

O trio de cupcakes sai por US$3,00 !

A Baked by Melissa tem vários endereços em NY. Eu fui no do Upper West Side que ficava pertinho do meu hostel (2325 Broadway).

Para conferir os outros endereços dá uma olhadinha no site : Baked by Melissa !

Quem estiver em NY não deixe de provar!

 

XOXO, M. 

 

1 comentário

Arquivado em Cupcakes

The Dark Knight Rises

 

Ok. Chamei o Batman de herói meia tigela essa semana mesmo. Mordi a língua.

Fui assistir o filme terça-feira passada em NY e amei. Saí do cinema MEGA empolgada e infernizando a Little Claudia (segue ela no twitter @ClaudiaThatGirl !!! ) para ela assitir logo porque eu quero MUITO comentar o filme.

Levem em consideração que eu adoro super-heróis. Batman passou de super herói meia tigela para a categoria “Fantástico-Delícia” junto com Homem Aranha e Homem de Ferro. Na categoria “delícia e só” temos Capitão América.

Mas voltando ao assunto, The Dark Knight Rises é o MELHOR filme do Batman que eu já vi. Ainda que o Coringa de Heath Ledger seja o melhor vilão de todos os tempos, o filme ganhou meu coraçãozinho. Anne Hathaway está fantástica como mulher gato e Christian Bale..bom é o Christian Bale, então mesmo que ele fosse um ator ruim já valeria a pena…

Essa foto é da divulgação na Times Square que está lotada de posters do homem morcego!

Vale a pena assistir!

 

XOXO, M. 

 

1 comentário

Arquivado em Lançamentos

Amém.

 

XOXO, M.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Picadinho das Maris

E aí que eu resolvi aprender a cozinhar e nada melhor que uma boa friend para ajudar, né? Minha companheira de aventuras na cozinha é a Mari e desde que eu inventei essa coisa de “quero ser chef” hahaahahahahaha ela me ajuda nas sextas culinárias.

Infelizmente, nem tudo é perfeito! Não é sempre que temos tempo e não é sempre que dá certo, mas quando der eu postarei aqui para vocês.

Nossa primeira empreitada foi a Tarte Tatin e não rolou. Esquecemos de descongelar a massa folhada, fizemos pouca calda…um desastre.

MAS, fizemos o picadinho da Lu Zaidan que a Lu Tranchesi  ensinou no blog dela e deu SUPER certo. Olha o resultado:

 

Lindo, neh? hahahaahaah #ALokaQueAchaQueSabeCozinhar

Aqui está a receita:

Ingredientes (para 3 porções):

– Óleo (3 colheres de sopa)
– Alho (2 dentes)
– Filé mignon (1kg)
– Sal e pimenta (quantidade necessária)
– Molho inglês (100ml)
– Catchup (150ml)
– Mostarda (150ml)

4 Simples Passos:

1- Corte a carne em cubos de 1cm aproximadamente. Marine a carne no molho inglês com sal, pimenta e alho.

2- Deixe a cebola picada “suar” no óleo. Doure a carne sem a marinada.

3- Acrescente o catchup e a mostarda.

4- Deixe reduzir até a carne ficar macia.

 

Super fácil. MESMO!

Bon Appetit!

 

XOXO, M.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Periguetes, sim, e daí?

Essa foi a capa da Veja SP dessa semana. E o título da reportagem era o mesmo que o deste post. Alguns meses atrás eu vi a mesma matéria na Ana Maria Braga (Sim, eu assisto Mais Você durante o café da manhã. Não me julguem!) e logo pensei “Que m$*&a é essa?”, mas era a Ana Maria não me assustei. Mas a Veja, really?

Eu não sou politicamente correta (BEM longe disso), mas a que ponto chegamos quando uma das revistas mais importantes do país resolve dar espaço para um monte de mocinhas cujo sonho é se tornar BBB e que têm como inspiração Luciana Gimenez, que nem português fala direito, pq ela usa vestidos justos, engravidou do Mick Jagger e casou com um milionário baixinho?

Em que mundo vivem essas mulheres que acham que sucesso é entrar na balada sem pagar e encher a cara às custas dos outros?  Ou em que mundo vivemos nós que batalhamos para pagar nossas contas e sermos independentes? Quem está no mundo errado, nós ou elas?

Ser uma “periguete” bem sucedida é o equivalente feminino ao “quero ser jogador de futebol”. Dinheiro fácil, esforço mínimo, escolaridade desnecessária. Suelen, Sabrina Sato, Adriano, Ronaldo… esses são os ídolos de hoje.

Pára o mundo que eu quero descer.

XOXO, M. 

Ps: Aqui está o link para quem quiser conferir a reportagem: http://vejasp.abril.com.br/especiais/ataque-periguetes-sao-paulo

1 comentário

Arquivado em Periguetes, Uncategorized